Almoçar em Restaurante: O Desafio | Tamy Gonçalves – Adeus Obesidade da Tamy

Almoçar em Restaurante: O Desafio

A tentação rodeia quem almoça fora todos os dias por causa do trabalho ou da faculdade, principalmente quando se tem um vale refeição recheado na mão + uma quantidade gigantesca de restaurantes nada saudáveis próximos. Para quem trabalha em São Paulo, sabe que fugir das oportunidades de afundar com a dieta é pior que fugir do maior inimigo dos filmes de terror. E há também aqueles que recebem o famoso “vale coxinha”, que não dá nem para tampar os buracos dos dentes, quanto mais fazer uma refeição digna e saudável.

comida-saudavel-gordo-engordar-dieta-1344454373156_615x300

Eu trabalho em Pinheiros e sou rodeada de restaurantes por quilo, fast foods e 2 shoppings com todas as piores opções de restaurantes para quem faz dieta. Trabalho entre o Shopping Eldorado e o Shopping Iguatemi. Na avenida onde trabalho, existem 2 restaurantes do Mc Donald’s (para a tentação ser maior ainda), mas com muita fé e foco, alterno meus almoços entre dois restaurantes por quilo. Meu vale alimentação é de R$15,00 por dia, o que pode parecer muito, mas não é porque o preço do quilo em Pinheiros varia de R$30,00 à R$57,00 e meu prato varia de R$9,00 à R$13,00. Mas, se todo o meu problema fosse o valor do prato estava ótimo!

Vejo em muitos fóruns de discussão sobre dieta e reeducação alimentar, que 80% das pessoas, simplesmente está pirando por não saber o que comer fora de casa. Ao inciar uma mudança na vida alimentar, muitos pensam: “A partir de hoje só comerei saladas e grelhados.” Mas, a minha pergunta é: até quando você aguenta? 

Na realidade self service, o buffet já começa com aquelas tortas doces maravilhosas e pouca quantidade de frutas para a sobremesa. Pense bem, já estamos com muita fome quando vamos almoçar e logo de cara já colocam um dos principais e mais irresistíveis inimigos da dieta?! Mas, se conseguir pular essa parte, tem mais alguns monstros pela frente: frituras, carnes recheadas com queijos, massas com molhos muito calóricos, pães, salgados de festas e carnes com muita gordura. E agora te convido a lembrar, quando você ia almoçar na casa dos seus familiares mais próximos durante sua infância e comia de tudo da mesa, sem preocupações se aquilo tinha muita gordura, sódio ou calorias. Pois é, esse tempo já passou! Ao longo dos anos, devemos nos preocupar cada dia mais com o que ingerimos durante todas as refeições do dia, pois a cada dia que passa, nosso metabolismo vai ficando mais lento e ficamos mais propensos à doenças devido o excesso de peso.

Tamy, o que comerei então? Como resistirei?

Siga o exemplo da imagem a seguir:

prato saudável

  • Priorize sempre os legumes e vegetais, principalmente os cozidos a vapor ou refogados com azeite.
  • Consuma, por refeição, apenas 1 tipo de carboidrato. Então, se quiser comer batatas, terá que suspender o arroz naquela refeição. Dois ou mais carboidratos na mesma refeição gera um alto consumo de calorias. Se conseguir, prefira os carboidratos integrais, pois possuem um número de fibras maior e auxiliam na sensação de saciedade por mais tempo.
  • Escolha carnes magras e de preferência grelhadas. Alimentos fritos costumam dobrar a quantidade de calorias.
  • De sobremesa, prefira as frutas e fuja das sobremesas prontas.

O que vocês costumam almoçar? Conseguem combater os inimigos da dieta?

Beijos!

Checklist pra Emagrecer

Autora do blog Adeus Obesidade da Tamy. 1,64m de altura. 24kgs mais magra. Apaixonada pelo universo da beleza e bem estar.

3 Comentários

  1. Maynard disse:

    I always was interested in this subject and stock still am, appreciate it for putting up.

    1. Tamy disse:

      Maynard also always I researched this subject and did not find very interesting things on other blogs so I decided to share with you my experience and give you tips that I use. Thank you!

  2. Really fantastic info can be found on site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *